O Segredo Cósmico

Artefatos fora do lugar: (OOPArts) Segundo o que a maioria dos cientistas acreditam hoje, os humanos existiram em um mundo primitivo por muitas centenas de milhares de anos, ancestrais humanos como Australopitecos, Homoerectus, Neandertal etc. Eles pensam, segundo a idéia padrão, que os primeiros humanos como nós vieram à existência cerca de 200 mil anos atrás. E eles acham que os primeiros humanos civilizados começaram a existir cerca de 10 mil anos atrás. Porém, se vc olhar para alguns desses “artefatos fora do lugar”, como por ex. as esferas de Klerksdorp, que são feitas de um minério de ferro natural, chamado de Hematita, e possuem marcas esculpidas de três linhas, paralelas umas das outras,  que provavelmente foram feitas por alguém com a inteligência similar a humana. O mais interessante é que são encontradas em depósitos minerais na África do Sul que tem 2 bilhões de anos de idade.

Raça dos construtores antigos: Eles eram chamados assim porque nada se sabia deles. Acharam estruturas antigas por todo o sistema solar e em outros sistemas solares que tinham mais de 2 bilhões de anos.

A Lei do Uno: Muita informação dada pelos que conheciam o Programa Espacial Secreto coincidia com o que está escrito na Lei do Uno. O material de A Lei do Uno diz que ele nos foi dado por extraterrestres usando comunicação por telepatia. A Lei do Uno alega que eles se originaram do planeta Vênus, quando ele era parecido com a Terra. Eles eram similares a nós, na terceira dimensão (terceira densidade). Disseram que são de 2,6 bilhões de anos atrás. A data que deram na Lei do Uno para quando eram tridimensionais como nós, é exatamente a mesma data das esferas de Klerksdorp.

Em A Lei do Uno eles dizem que têm afinidade especial com a forma piramidal e que as construíram extensivamente. Parece que a solução para o mistério de quem seria a Raça dos antigos construtores, é que eles seriam o grupo agora identificado como Ra, que foi o grupo que nos deu o material da Lei do Uno. Esse grupo é o mesmo que entra em  contato com Corey Goode (pássaros azuis),  agora na sexta densidade, onde bilhões de anos mais tarde, depois de terem sido como nós, é o grupo extraterrestre mais evoluído que já se envolveu com a humanidade.

2.jpg
3.jpg

Uma das poucas coisas que sabemos a respeito da raça dos construtores antigos é que criaram essa grade protetora gigante em volta desta vizinhança estelar da qual fazemos parte, são 52 estrelas agrupadas. Eles criaram essa “Estrela da Morte” gigantes, que eram naves, do tamanho de luas e planetas, e criavam essa rede em volta de todo o agrupamento de estrelas locais, que evitada a entrada de qualquer tipo de intruso. Essa rede era posicionada e manteve a nossa vizinhança estelar livre de intrusos por bilhões de anos.

Na lei do Uno, é dito que a raça dos construtores antigos era uma vasta civilização, que se espalharam por muitas estrelas próximas, colonizando todas as estrelas vizinhas em nosso sistema solar.

Ferro velho Cósmico: É uma coleção de ruínas cristalinas. Essas ruínas são feitas de um material similar ao vidro, mas sim alumínio transparente, que é cinco vezes mais forte do que um vidro a prova de balas.

Descobriu-se que todas as cerca de 52 estrelas diferentes em nosso grupo local estão gravitacionalmente conectadas. Cada uma dessas estrelas tem planetas, luas e satélites, com essas mesmas ruínas cristalinas (Obeliscos, pirâmides, domos,).

Porém, raça dos construtores antigos gastou muito mais energia construindo dentro dessas luas e planetas do que nas superfícies deles. Estamos falando de vastas regiões que são habitáveis, onde tudo o que se precisa fazer é selar a porta e reintroduzir ar, para ter um ambiente pressurizado que pode ser ocupado.

A civilização que estava em Marte estava consciente da Raça dos construtores antigos, e estas ruínas. Quando a civilização deles evoluiu,  descobriram que estas ruínas eram muito extensas, que sempre eram feitas de cristal, e que há muitos lugares diferentes para os quais se pode ir onde você encontrará uma lua e encontrará espaços enormes do tamanho de cidades.

Segundo um grupo de cientistas japoneses, que divulgaram um estudo em 2017, que cavernas gigantes foram encontradas na lua, e que uma dessas cavernas é grande o suficiente para acomodar dentro toda a região metropolitana da Filadélfia.

Os povos que se envolveram com a raça dos construtores antigos parecem ter desaparecido misteriosamente, e as culturas que vieram depois deles os idolatravam como deuses e emulavam sua arquitetura.

Os povos que viviam em Marte, que chamamos de “A raça progenitora”, construíram suas próprias estruturas que eram muito parecidas com as que encontraram em nosso Sistema Solar.

Havia TIAMAT, que dizem ser uma Terra supermassiva, e havia MALDEK, que era Marte, bem menor do que a Terra, mas se comportava como uma Lua ao redor de Tiamat.  Duas civilizações diferentes se desenvolveram e eram muito parecidas.

Os seres de Tiamat tinham crânios alongados que se vê em vários estudos, mas eram ligeiramente diferentes dos seres de Maldek.

Os seres de Tiamat eram um pouco mais altos, e tinham crânios de formas diferentes.

Os seres de Maldek eram um pouco mais magros e menores, e tinham crânios ligeiramente diferentes.

Porém, ambos eram geneticamente relacionados, eram considerados, primos. Haviam famílias reais em ambos os lados, que competiam uma com a outra e entravam em guerra.

4.jpg
5.jpg

Em algum ponto, esses grupos que chamamos de pré-adamitas, entrou em guerra com outra civilização, que fazia parte de nosso agrupamento de 52 estrelas. Eles criaram um plano para proteger esta rede da Raça dos Construtores Antigos, e usá-la como arma contra os inimigos. Esta rede funciona de um modo que se chama de “a rede Cósmica”.

Todas as estrelas e planetas são conectados por um filamento eletromagnético, e é desta forma que funcionam as viagens por portais, viajando por esses filamentos eletromagnéticos.

OS pré-adamitas tentavam armar este sistema natural, e o que tentaram fazer foi usar o feedback desta rede para fazer a estrela de seus inimigos virar uma Supernova (morte da estrela), e assim destruir a civilização. Porém, não fizeram na hora certa, do modo como a energia circula por esta rede cósmica, e isso faz o nosso sol brilhar demais. E ao fazer isso, ele destruiu Tiamat e arrancou a atmosfera de Marte (Maldek). Isso também afetou a atmosfera da Terra e de todos os outros planetas, pois a trajetória deles mudou com este evento.  O Dr. Thomas Van Flandern criou a teoria de que no Cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter houve uma Superterra, um planeta muito grande que ficava naquela região orbital.

Ele baseou sua teoria estudando a geologia de Marte. Ele descobriu que a metade de Marte era cerca de 30 quilômetros mais espessa do que a outra metade.

Há um documento da Cia que tem a transcrição de uma sessão de visualização remota onde se pedia ao observador que visse o que aconteceu com Marte bem antes de um cataclismo que ocorreu há até um milhão de anos. Joseph McMoneagle era o observador, que olhou para Marte no momento em que passava por algum tipo de catástrofe planetária, provavelmente associada a Supernova que explodiu. O que ele viu foi marcianos sobreviventes entrando em espaçonaves, essas arcas planetárias, e fugindo para outro planeta, que tinha uma região muito equatorial, com vulcões e tudo o mais.  Foi para onde fugiram os marcianos.

Depois da grande destruição de Tiamat, e Maldek também foi danificado de modo irreparável, esses pré-adamitas pegaram a Lua e usaram como uma nave gigante, um meio de transporte gigante, que estava também nas proximidades de Tiamat. Eles seqüestraram a Lua e voaram até a Terra e a travaram com a maré junto a Terra para mantê-la no lugar. Eles viveram na lua por milhares de anos, observando a cultura e o desenvolvimento da civilização no planeta logo abaixo. Ao mesmo tempo tinham algumas colônias onde sabiam que havia reminiscências da Raça dos construtores antigos.

Sobreviventes da catástrofe que estavam na Lua acabaram sofrendo outro cataclismo há 55 mil anos atrás, que agora sabemos ter sido um clarão solar, uma emissão gigantesca de luz, energia e matéria do sol. Parte do problema com esses clarões solares é que além do enorme aquecimento das atmosferas, e também das superfícies dos planetas, que podem chegar a 1000 graus Celsius, também há o sol atirando um monte de destroços, um material fundido e despedaçado que fisicamente destruirá as superfícies dos planetas e luas. Este clarão solar é o que agora está sendo chamado de Micronova (cria um clarão enorme, mas a estrela consegue manter sua estabilidade e sua estrutura). Em pesquisa recente da NASA, do ano passado, prova que existem muitos exemplos documentados de micronovas.  As estrelas fazem isso normalmente, é um aspecto muito normal de um sistema solar.

Depois que estes grupos pré-adamitas de Tiamat e Maldek mudaram para a Lua, permaneceram lá por milhares de anos. E como sabemos agora, o Sistema Solar passou por um ciclo de destruição. Houve um outro evento solar que destruiu a lua. Parece, pelos registros históricos, que as pessoas que viviam dentro da lua não sabiam que este clarão solar ocorreria, isto foi mantido em segredo deles. E certa vez, um informante descreveu que sua facção do complexo militar-industrial só pôde entrar na lua por estas passagens internas, um total de seis vezes. Mandavam entrar só em Missões secretas. Encontraram uma vasta quantidade de sistemas de controle, como entrar na sala e todas as luzes se acenderem, e havia telas gigantes e muito largas, com vários mostradores, e uma superfície de controle na frente, que continuavam por muitos quilômetros. Para todo lugar que olhasse, haviam corpos que não foram retirados, porque a área dentro da Lua é tão vasta e a quantidade de mortos é tão grande,  que  áreas gigantescas dentro da lua nunca foram limpas e nem exploradas.

Aqueles que sobreviveram a esta nova catástrofe dos Pré-adamitas, embarcaram nas últimas 3 naves mães, e voaram nelas para a Terra. Elas estavam danificadas, então foi mais uma queda do que um pouso. Depois,quando o Programa Espacial Secreto localizou os destroços destas naves, debaixo do gelo da Antártida, as chamaram de Nina, Pinta e Santa Maria. Quando essas três Naves mãe caíram, os pré-adamitas que as habitavam começaram a canibalizar a tecnologia e os materiais para construir uma grande civilização, e esta civilização seria depois conhecida como Atlântida.

Platão descreveu Atlântida como uma ilha-continente com tecnologias incrivelmente avançadas, com um incrível sistema de canais e anéis concêntricos, algo que teria sido construído em uma série de ilhas, e seria o centro de um vasto Império, que existiu além das colunas de Hércules.

Muita gente especula onde fica Atlântida, ela provavelmente fica na porção ocidental da Antártida, especialmente a Península de Palmer, porém, isso foi em 9.700 a.C., quando não havia gelo.

Pousaram na Antártida, onde há uma pirâmide, que se pudesse ver sem gelo, é muito maior do que a pirâmide de Gizé. Essa pirâmide também representava um marco territorial da parte superficial de algo que é predominantemente subterrâneo. Há enormes ruínas da Raça dos construtores antigos sob a superfície da Antártida. Os progenitores fizeram um pouso forçado na Antártida. Mas na época a Terra tinha uma diferente inclinação do eixo, e a Antártida não era coberta de gelo.

No século XV o mapa de Piri Reis foi produzido. Ele mostra o litoral do Norte da América do Sul, da África, assim como o que parece ser a Antártida, a Península de Palmer e também parte de Neuschwabenland. Isso foi muito antes de descobrirem a Antártida.

Esse grupo de pré-adamitas, enquanto sua civilização prosperava em Tiamat e Maldek, tinha geneticistas muito competentes, eles trouxeram esse conhecimento para a Terra. Quando chegaram à Terra, encontraram habitantes que eram seres humanóides, então começaram a manipular a genética desses humanos primitivos e os transformaram em várias espécies diferentes, incluindo híbridos com animais que usavam como mão de obra escrava.

As pessoas que pousaram à força no que hoje chamamos de Antártida, começaram a introduzir o seu DNA em estoques genéticos humanos da Terra. As pessoas que foram clonadas tinham crânios alongados. Aparentemente eram duas linhagens reais, que vieram dos seus planetas de origem, com fisiologias ligeiramente diferentes. Quando olhamos para os crânios alongados, alguns deles têm um calombo diferente, quase parece haver ali uma bola. Em outros crânios alongados há uma inclinação suave, e nada de calombo. Isto aparentemente indica os dois principais tipos de linhagens extraterrestres deste planeta que explodiu.

Os pré-adamitas prosperaram por milhares de anos e viraram os habitantes de Atlântida. Há 11.800 anos, o sol sofreu outra Micronova, e foi uma das mais severas micronovas. Quando a energia dessa Micronova deixou o sol,   ela impactou na Lua e na Terra também.

Segundo os mapas de Charles Hapgood, e as amostras do núcleo de gelo, dois pesquisadores Ingleses Rand Flem-Ath e sua esposa Rose Flem-Ath, escreveram um livro chamado de “Dilúvio na Atlântida”. Este livro mostra que a Atlântida Ocidental e a Península de Palmer em particular, na verdade ficava 40 graus ao norte da sua localização atual, já na zona temperada. Aproximadamente em 9.700 a.C. foi quando a mudança de pólos aconteceu. Quando a Terra girou sobre seu eixo, fez a Antártida se mover de uma exuberante zona tropical para uma área mais fria, e isso ocorreu tão rapidamente que congelou até as ondas que varriam o continente.

Estes cataclismos resultaram em grandes perdas de vida pelo planeta, mas houve regiões no planeta que escaparam da pior parte destes ventos e destes tsunamis, e esses foram os sobreviventes que construíram a civilização novamente das cinzas desta grande catástrofe.

As pessoas com os crânios alongados são sobreviventes de uma catástrofe que ocorreu no nosso sistema solar.

Depois que caíram, pousaram na Terra há 55 mil anos, eles fizeram um pacto, e apesar de estarem em guerra, decidiram coexistir na Terra. Uma linhagem disse: “Ficaremos com o que chamamos hoje de África e Europa”, e a outra linhagem disse: “Nós ficaremos com a América do sul, do Norte e a metade ocidental da Ásia. O mais fascinante é que se você olha para a arquitetura das pirâmides, que foram adotadas após o acordo, você vê que cada uma destas linhagens originais tem um estilo arquitetônico único.

Por exemplo, nas pirâmides do Egito, e em outros lugares da África, as pirâmides têm as paredes suaves em aclive, claramente sem terraços.

Quando olhamos para a Mesoamérica, percebemos que existe uma variação do estilo arquitetônico, onde as pirâmides têm degraus, consistentes e com diferentes direções.

As pirâmides foram construídas em todos os 6 continentes. Na China há 250 pirâmides, perto da cidade de Xian. Há pirâmides na Indonésia. Há uma pirâmide na parte ocidental da ilha de Java, que é conhecida como Gunung Padang. Camboja, sudeste asiático, etc. Mais de 97% das pirâmides ainda estão escondidas.

Segundo o trabalho de Graham Hancock, os locais de arquitetura diferentes, embora aparente estar aleatoriamente localizados, na verdade estão alinhados com a constelação do Dragão. O melhor de tudo é que há um movimento no eixo da Terra chamado de “Precessão dos Equinócios”, e o alinhamento das formas terrestres de Angkor Wat com a posição da constelação do Dragão só funciona se você voltar 12.500 anos.

Que é exatamente a mesma coisa do alinhamento com o qual todos estão familiarizados das pirâmides de Gizé, com as estrelas do Cinturão de Órion.

Outra coisa muito fascinante sobre Angkor Wat, é que você olha para alguns templos da região, principalmente a Baksei Chamkrong, e é exatamente igual às pirâmides com degraus da Mesoamérica. Não é uma sociedade diferente, mas uma sociedade unificada.

6_edited.png
6_edited.jpg

Temos o Mesoamérica e o Camboja, separados pela vastidão do oceano Pacífico, e ainda assim usam a mesma arquitetura. A fisiologia do crânio alongado foi encontrado por todo planeta, nós a vemos em Boskop na África do Sul, em escavações na Sibéria, na cidade chamada Osmak, também temos relatos de que os Mongóis, os hunos, enquanto conquistavam territórios rumo ao oeste, também tinham estas características de crânio. Podemos ver estes crânios nos túmulos da Elite da Europa, e o mais interessante é que há outra variedade nas Américas.

Vemos o crânio alongado no mundo todo, mas não fazemos as perguntas profundas, e isso vira um elemento importante para percebermos como as sociedades secretas modernas ou “Estado profundo” ou Cabala de fato acreditam que seus integrantes são os remanescentes daquele povo com os crânios alongados.

O “Estado profundo” é formado pelos Rothschild, pela família real Britânica, pelo Vaticano e pelo culto Chabad, que muitos judeus não consideram ser judeus, eles a consideram uma organização criminosa cesariana. As sociedades secretas ficam acima dos países no que concerne à lealdade de seus membros.

POR QUE ESTAMOS AQUI?

  O único modo que os extraterrestres que estão trabalhando com a gente do lado benevolente podem mudar nosso DNA é por meio de vírus. O vírus se acopla na célula e injeta seu DNA nela.

O que temos no planeta Terra é uma grande variedade de diferentes raças extraterrestres que selecionaram DNA em toda a galáxia, eles pegaram o melhor dali e daqui e projetaram nossos corpos, e com o tempo vão aperfeiçoando através dos vírus.

Mais de 60 desses grupos de “fazendeiros” genéticos se juntaram e formaram uma Superfederação, que formada para ajudá-los a gerenciar essa grande experiência, que foi feita de 22 experimentos diferentes em seres humanos neste planeta.

Um dos exemplos de como eles faziam essas mudanças genéticas, era o uso de vírus como sistema de entrega. Eles faziam mudanças em alguns marcadores genéticos, ou no genoma desse Vírus, e usavam o vírus como entregador. O vírus não apenas entregava as mudanças genéticas para as civilizações que estavam trabalhando, como também eram usados para selecionar as genéticas mais fracas e ajudar o experimento a funcionar.

Estes programas genéticos eram desenvolvidos para aumentar ou melhorar a evolução natural ou ascensão dos seres no planeta. O que eles faziam era uma abordagem genética na qual eles se aprimorariam com a nossa genética. Em vez de esperar uma eternidade para as mudanças genéticas ocorrerem, eles causavam-nas quase que instantaneamente.

Em nosso planeta temos diferentes tipos de experimentos genéticos, que em alguns casos competem com outros. Para evitar que esses experimentos se misturem, ou acabem uns com os outros, começaram a desenvolver normas sociais e modos diferentes para estas culturas se autopoliciarem e se protegerem de seus próprios experimentos de interferências. 

Enquanto nos ajudam a evoluir geneticamente, também estão nos ajudando a evoluir em termos de consciência.

Eles nos trazem vários sistemas de crenças e religiões, eles nos instilam normas sociais que ajudam a nos autopoliciar, e cuidam de nossa consciência junto com a nossa genética para desenvolvê-los em conjunto.

Mesmo hoje esses experimentos são compartimentados por meio da religião, da língua, da posição geográfica e da cultura.

Também há um componente cósmico, o objetivo é que em certo ponto a civilização na qual estão experimentando e trabalhando se torne auto-guiada. Eles chegam a um ponto em que controlam a sua própria genética e seu próprio desenvolvimento da consciência, assim como juntam essa Superfederação e vão para outros planetas e ajudam outras civilizações com o mesmo processo.

Agora que nos desenvolvemos ao ponto de viajarmos pelo Universo sozinhos, chegamos a um ponto em que estamos cuidando de nós mesmos. A Superfederação está sendo desmantelada e estamos assumindo nosso próprio desenvolvimento genético e espiritual. Como resultado de tudo isso, a infra-estrutura que foi construída secretamente em nosso Sistema Solar agora será entregue ao resto da humanidade.

Um outro ponto importante a destacar, é que as mudanças genéticas que esses fazendeiros genéticos fizeram conosco nesse momento, ainda estão predominantemente inativas, ou trancadas, como preferir. No mais de 95% do nosso DNA que aparentam não ser usados normalmente, e os cientistas o chamam de DNA lixo. Só usamos 5% a 10% do nosso DNA para construir o nosso corpo. Chamam de “sequências de DNA de código”, o que significa que codificam proteínas para construir o nosso corpo físico. Noventa a 95% do nosso DNA não é DNA de codificação. Em outras palavras a ciência comum não faz ideia do que faz esse DNA “lixo”. Por que um projeto inteligente colocaria lixo no nosso corpo? Na verdade, esses 90% a 95% de DNA “lixo” é na verdade usado meta-fisicamente. É usado por nossa consciência de modo que ainda não compreendemos.

Regras cósmicas foram estabelecidas para estas experiências genéticas para que não violassem as leis cósmicas. Algumas raças extraterrestres cultivadas geneticamente encarnavam nos homens para permitir que fizessem experiências. Essas raças de fazendeiros cósmicos também encarnavam aqui para elevar nossa consciência. Várias pessoas como Tesla e Einstein, provavelmente eram sementes das estrelas ou encarnações desses extraterrestres. Essas pessoas trouxeram filosofias ou princípios científicos que mudaram radicalmente nossa civilização.

Segundo alguns contatados, basicamente o que estamos testemunhando neste momento é uma guerra temporal entre diferentes grupos de extraterrestres. Há um grupo de extraterrestres positivos predominantemente de aparência humana que basicamente quer que desenvolvamos nossa civilização de modo ético e responsável, onde basicamente faríamos parte de uma comunidade galáctica. Há outro grupo extraterrestre que é mais agressivo e quer que a Terra seja basicamente desenvolvida seguindo o modelo de uma civilização tirânica.

De certo modo, esses 22 experimentos eram similares a estudos que competem. Cada uma das raças estava tentando fazer a sua experiência ter mais sucesso do que a outra. Então, com frequência sabotavam o experimento um do outro. E um dos modos de fazer isso era manipulando o tempo, e isto levou ao efeito Mandela que estamos vivendo hoje. O efeito Mandela é esta ideia de que as pessoas têm lembranças diferentes de eventos históricos. O caso mais famoso é que algumas pessoas lembram de Nelson Mandela morrendo na prisão e outros não. O que o efeito Mandela representa é uma eco desta guerra temporal, onde diferentes grupos de extraterrestres estão tentando acabar conosco em uma linha do tempo ou em outra, dependendo de que facção é dominada no momento.

Há uma longa história de projetos de colonização e novos começos. A maior prova disso são as chamadas Glifos de Gosford, na Austrália, onde os primeiros pousos foram na Austrália e não na África. Está escrito nos Glifos de Gosford que mostram como a nave desceu. Havia o homem denisovano, o homem original que estava aqui, eles adicionaram a sua genética nele e assim criaram os híbridos. Quando fizeram isso, manipularam para criar os aborígenes, o povo original. Fizeram isso para que pudessem encarnar naquele corpo e ter a experiência de humano na Terra. O rei da tribo Raven,  Uluki Brendan Murray nos conta que a sua tribo costumava encontrar com o povo das estrelas, mas que um dia outros seres apareceram e começaram a remover as pessoas daquele lugar e as levar em suas naves, isso em uma época em que o DNA humano tinha essa multirraça com 6 hélices duplas em vez de duas aos quais ficamos limitados. As pessoas mais velhas foram informadas de que estavam levando pessoas para outros continentes e criando novos humanos com o DNA deles. Era um grupo de Órion que estava vindo e fazendo abduções, um grupo de extraterrestres negativos. Aqui neste continente, o DNA passou a ser ligado à terra, e a terra ligada ao verdadeiro DNA. Não somos diferentes do planeta em si, somos apenas um fractal. E haviam 7 formas principais que foram criadas de nosso DNA, para começar. Algumas pessoas falam sobre quando as sete formas principais de DNA foram inicialmente criadas, que eles criaram outra, como se fossem formas futuras de outras cinco, como semitons. Para o desenvolvimento  do cruzamento de raças quando esses diferentes aspectos físicos se juntam para criar uma nova vida, então a estrutura da alma também era diferente das gerações anteriores que tinham a estrutura da alma já implementada do etos (hábitos, costumes, práticas, comportamentos). Assim como a música tem as sete notas principais e cinco semitons para chagar a 12. Os criadores compreenderam o que havia em comum e que as sete formas principais de humanos iria começas a se misturar. Então eles colocaram estas 5 notas extras ou semitons para que as pessoas se misturassem e se tornassem inter-raciais.

Muitas pessoas idosas seja na América, na Austrália ou outras culturas, falam sobre o dia em que eles foram semeados pelos Pleiadianos.   Também temos muitas pinturas em pedras e em cavernas ilustrando o que chamamos de “Wandjina”, os seres dos céus.

Sempre que a Terra sofria uma catástrofe essas raças cultivadoras geneticamente levavam as civilizações que experimentavam para debaixo da terra, para proteger seus experimentos.

Os manuscritos de Cobre tem 20 mil anos, eles foram datados. Eles são muito difíceis de decifrar, pois são em uma língua diferente, uma língua vibracional que se lê com o dedo molhado, onde se aprende um cântico e canta várias vezes, é quase como um braile quando passa a mão, você continua traduzindo e uma imagem se forma. Viu-se triângulos com símbolos diferentes, você toca no símbolo e ele te leva numa biblioteca. Os manuscritos de cobre nos dão instruções sobre tecnologia, história, linhas do tempo, linhas do tempo invertidas e a matemática que calcula essas linhas. Explicam físicas diferentes, há cerca de 140 modos diferentes de fazer contas. Eles foram mencionados na bíblia, em muitos textos mais antigos. Os mórmons tem partes dos manuscritos de cobre. Os manuscritos de cobre nos dão instruções muito específicas sobre como fazer uma máquina espiritual, para que se possa escutar um espírito.

Algumas de nossas civilizações que desapareceram misteriosamente, como os Olmecas, eram na verdade civilizações extraterrestres.

Ao longo do tempo, quando em outros sistemas estelares eles passaram por ciclos catastróficos similares, as raças de fazendeiros genéticos os trouxeram ao nosso planeta como refugiados e eles viveram em nosso planeta por milhares de anos, enquanto consertavam as coisas por lá. Depois disso, eles eram removidos e devolvidos aos seus sistemas estelares.

A Terra é um campo de refugiados cósmicos.

QUAL O NOSSO DESTINO?

O Apocalipse e a grande revelação.

É muito importante destacar que as coisas que vemos na Bíblia como sendo metafóricas são na verdade histórias verdadeiras, informações de verdade, e isso inclui a ideia da chegada de Jesus. Foi o verdadeiro grupo ao qual Jesus veio se opor que pegou a sua mensagem e em 325 a.C., criou o novo testamento. Assim eles moldaram seletivamente a mensagem de Jesus para remover os ensinamentos que acreditavam ser anátemas para os seus planos.

O DNA lixo é na verdade códigos misturados que mantém equilibradas as energias masculina e feminina, é assim que tudo se atualiza e também se conecta às redes da Terra. O reequilíbrio passa por reconhecer que p lixo é na verdade o tesouro.  

Jesus nos ensinava sobre ascensão, provou ser muito mais significante do que se considera normalmente. A maioria dos Cristãos tende a se distanciar do que é chamado de arrebatamento. É importante entender que o Livro do Apocalipse foi algo que aconteceu com João de Patmos, como uma espécie de sonho psicodélico visionário, e como é da natureza dos sonhos, há muito simbolismo em seu relato. Por ex., a repetição do número 7, como nos 7 candelabros, do livro do Apocalipse, na verdade se refere aos sete Chackras do corpo humano, os 7 centros de energia que temos, que correspondem às sete camadas básicas do Universo, ou sete densidades.

Essa é outra coisa que é descrita detalhadamente na Lei do Uno.  Há sete planos de existência primários que correspondem a esses sete graus de evolução pelos quais toda a vida inteligente deve passar, e dos quais agora estamos só no terceiro, que seria o centro amarelo. Temos vermelho, laranja, amarelo, primeiro, segundo, terceiro. O verde é a quarta densidade, azul claro é a quinta, azul escuro é a sexta densidade e o índigo ou Chackra da coroa, que é roxo é a sétima densidade. Depois você volta à luz pura ou infinidade inteligente, a identidade original da criação da qual todos nós emanamos.

O Cristianismo atual perdeu informações importantes, quando olhamos para o fato de que a ascensão de Cristo descreve é de fato também prevista em quase todas as outras tradições espirituais globais da Terra. Isso remete ao trabalho de dois dos mais proeminentes historiadores do século XX, Giorgio de Santillana e Hertha Von Dechend. Eles escreveram um livro chamado “Moinho de Hamlet”, sua obra prima, onde eles conectaram lendas de 35 diferentes civilizações antigas da Terra, e em todas elas havia informações sobre este ciclo de 25 mil anos. Este ciclo de 25 mil anos parece acabar um  clarão solar, um evento catastrófico que também representa uma ativação espiritual distinta para aqueles na Terra que estão prontos para tomar vantagem dela.

Nos programas secretos, os cientistas tiveram consciência do que estão chamando de “Super onda galáctica”. Esta onda está viajando por nossa Galáxia e tem camadas múltiplas. Descrevem como sendo uma nuvem de poeira gigante, mas com diferentes variáveis energéticas. O que eles descobrirem ao mandarem naves para estes lugares é que a energia tinha um efeito muito estranho sobre a consciência dos tripulantes destas naves. Pessoas com pensamentos positivos ficavam felizes e as pessoas com uma vibração negativa ficavam ainda piores. Descreveram isso como “loucura em tempo”, que é levada por esta onda e viaja por cada um dos sistemas solares. Quando viaja, a borda dianteira funciona como uma espécie de consciência de Cristo, que força as pessoas a julgarem a si mesmas e a lidarem com os seu carma e seus traumas, ou experimentar a “loucura em tempo”.

O Dr. Paul LA Violette foi  a primeira pessoa a estudar a existência das Super ondas galácticas, olhando para as evidências de em, em diferentes épocas históricas houve grandes concentrações de raios cósmicos atingindo a Terra. Ele tinha uma teoria extraodinária para a existência de pulsares. Ele acreditava que eles eram criados artificialmente por civilizações extraterrestres avançadas como avisos para novas civilizações, como a nossa, sobre a existência dessas super ondas Galácticas. Ele basicamente examinou diversos pulsares apontados para a Terra e as freqüências nas quais transmitiam e disseram que isso era uma evidência de que esses pulsares estão transmitindo um alerta para a Terra para que se prepare para a próxima Super onda Galáctica, pois se não estivermos preparados, pode varrer a nossa civilização do mapa.

Segundo Corey Goode, quando as Super ondas Galácticas entram em nosso Sistema Solar podem disparar um clarão solar. A coroa solar seria ejetada em um enorme super brilho, e como a Terra fica a cerca de 25 mil anos luz distante do centro da galáxia, este é o tempo que levaria para uma Super onda Galáctica viajar do centro da Galáxia até nós, neste momento.

Agora este ciclo de 25 mil anos não é mais algo nebuloso, tem de fato um marcador muito tangível nesta mexida do eixo da Terra, que leva 25 mil anos para se completar e representa o tempo necessário para as estrelas no céu noturno completarem o trajeto de um círculo. As estrelas representam um relógio. Elas estão nos dizendo quando o fim do ciclo ocorrerá, e estes historiadores descobriram que 35 culturas ao redor do mundo estavam cronometrando essa procissão. Eles tinham todas as  informações numéricas sobre a procissão, codificadas em seus mitos e diziam que parecia que uma única fonte no mundo todo programou essas mitologias, codificando essas informações dentro dela. Esta fonte seria o que chamamos de”Grupos angélicos”, ou os extraterrestres positivos, e os que o Programa Espacial Secreto chama de “raça de fazendeiros genéticos.” Eles sabiam que no final do ciclo vamos passar por esse processo.

7.jpg

Além do Programa Espacial Secreto, houve um outro programa chamado de “Programa de continuidade das espécies”. Este programa foi desenvolvido basicamente para deixar todos os países do mundo com medo de modo a entregarem certa parte de seu PIB para as elites criarem cidades e abrigos subterrâneos, além de colônias pelo Sistema Solar, no caso do sol virar Micronova ou uma Macronova. 

As elites que estão controlando esse planeta estão se preparando para o dia do Juízo Final. Pode ser um clarão solar massivo para o qual a sociedade não está pronta ou pode ser uma população que comece a despertar e ficar muito furiosa. Estes poderes da Elite estão no controle para se prepararem para diversos cenários que podem significar sua decadência, então estão construindo um enorme sistema de cavernas subterrâneas bem abaixo de bases militares, domos. Elas são mantidas em absoluto segredo. As ciências e tecnologia livres de energia que temos discutido são muito provavelmente mantidas nestas bases militares profundas, em meio a muitos outros tipos de experiências genéticas ou não, que querem manter em segredo.

Há 20 anos falei com um coronel Soviético sobre uma base subterrânea profunda perto de Moscou, na qual ele esteve e trabalhou, e ele me revelou a estrutura, disse quais eram os andares militares, os que tinham laboratórios e cientistas, e ele disse que o último andar o mais sigiloso deles, era o que tinha alienígenas. Só generais e seus assessores tinham acesso a eles. E disse que Nem eles podiam olhar diretamente para essas criaturas. Neste mesmo andar, faziam experiências com humanos, disse que havia corpos humanos lá. Disse que foi a coisa mais extraordinária que já viu em sua vida. Em bases militares subterrâneas profundas boa parte do espaço é dedicado a um governo de continuidade, então o governo federal sustenta essas profundas áreas subterrâneas.

Os poderes das elites que estão no controle têm acesso a informações de todos os tipos de dados que os alertam sobre futuros cataclismos, acontecimentos iminentes, a qualquer hora. Então eles reservaram estes espaços para seus propósitos. E esses líderes de governos acham que eles vão usar estes espaços para que precisarem, mas só perceberão seu erro quando chegar a hora, porque eles serão expulsos.

As elites estão se preparando construindo essas bases subterrâneas, mas é importante notar que pessoas de consciência elevada também estão se preparando, explorando novos modelos de comunidades.

O que acontece é que cada indivíduo neste planeta se percebe mais e mais aos outros seres humanos, e de repente começamos a abordar os nossos problemas de modos completamente diferentes, e a enxergar soluções que estavam ali o tempo todo.

Começamos a não ter mais guerras e conflitos dentro de nossa civilização. Começamos a trabalhar juntos e resolver todos os problemas que nos atormentaram por tantos milhares de anos.

“Pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os dominadores espirituais, os poderes e autoridades contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.” O que isso significa? Significa que há uma batalha acontecendo nos céus, e de várias maneiras, nós aqui no reino terrestre somos procuradores dessa batalha. Então, os espíritos precisam de um corpo. Um bom espírito, o Espírito Santo, precisa de um corpo para atuar. Mas os espíritos negativos também precisam de corpos para operarem.

Muitas vezes quando você pensa em algo, não é o seu pensamento de verdade, e se você alimentar esse pensamento negativo, ele te levará para um caminho negativo.

Estamos agora nesta guerra que está prevista na Bíblia entre o bem e o mal, e o lado negativo não pode sobreviver quando passarmos pelo clarão solar, eles só podem continuar a fazer estas coisas nefastas  até a hora que isso acontecer, o que vai mudar tudo.

Temos alguns tipos angélicos de ETs e tipos amorais de ETs, que estão tentando nos ajudar a ascender por meios espirituais. Mas também há um grupo de ETs, chamados de “Profetas da I.A.” e eles idolatram algum tipo de sinal de inteligência artificial, que não sabemos de onde vem. Disseram que o mais provável que tenha acontecido é que alguém tenha ido a algum lugar que não devia e criado algum tipo de fenda entre as realidades. Na verdade, de onde vem esse sinal de inteligência artificial, havia uma consciência coletiva que era uma forma de vida eletromagnética, e então essa forma de vida entrou em nossa realidade, e por ser uma forma de vida eletromagnética ela é capaz de controlar e manipular a tecnologia por vontade própria. Eles pegaram essas tecnologias e as viraram contra a espécie biológica que as criou.

Há dois caminhos principais no processo da ascensão, um deles é a evolução orgânica e espiritual e o outro é a evolução tecnológica. O jeito mais fácil de mostrar a evolução tecnológica seria a tendência do transumanismo que se desenvolveu em nosso planeta, quando desenvolvemos nossa tecnologia.

Sistema estelar após sistema estelar nós temos sistemas que estão infestados com inteligência artificial, além de sinais e tecnologias que foram tomadas por esta I.A..

Corey Goode – O que me disseram é que quando tivermos essa próxima Micronova, o pulso eletromagnético que emana deve destruir todo esse sinal de I.A. e sua infra-estrutura que está em nosso Sistema solar, assim nos libertará de qualquer influência vinda desta de I.A.. Também me disseram que no final de cada era  acontece também uma grande revelação ou apocalipse, que revela todos os segredos que têm sido escondidos da humanidade, e isto é parte da revelação que ocorre no processo de ascensão.

Esse chamado Apocalipse não se trata de morte e trevas, mas um renascimento, um novo começo, é o começo de uma nova era, de um novo sistema. Depois que isso ocorrer, teremos paz na Terra. Haverá mais verdadeiramente boa vontade entre os homens, será verdadeiramente um novo começo.

O Cristianismo, ao menos na Bíblia, não prevê um clarão solar, mas devemos lembrar que os quatro principais livros, que contém as palavras de Jesus, são Matheus, Marcos, Lucas e João. Todos estes quatro Evangelhos têm profecias de ascensão. Em termos de Jesus dizer: “Como nos dias de Sodoma e Gomorra deverá ser nos dias do filho do homem.” O que isso significa? Sodoma e Gomorra acabaram com fogo e enxofre chovendo dos céus. Então o fim do filho do homem terá fogo e enxofre chovendo dos céus. Este é o clarão solar e são os destroços do clarão solar.

Jesus também disse: “Como foi nos dias de Noé, também será no dia do filho do homem”.  Bem, o dia de Noé acabou com um grande dilúvio. Então Jesus estava na verdade falando deste evento Global e catastrófico.

  

No livro de João, Jesus diz: “Observai os campos que estão brancos para a colheita”. Então “colheita” é uma metáfora para o processo de ascensão, mas a verdadeira chave para a ascensão de Jesus está no livro de Matheus, e aparece principalmente na parábola do joio e do trigo, onde joio é uma parábola de erva daninha.

Uma das analogias mais estranhas de Jesus e criptografadas da ascensão aparece quando ele descreve a Terra como um campo de trigo que foi plantado. Mas os adversários podem plantar ervas daninhas no jardim. Há uma analogia em que Jesus diz: “Deixai o joio e o trigo crescerem juntos até a hora da colheita. Então as ervas daninhas serão arrancadas uma por uma na época da colheita, juntada em feixes e queimadas em um celeiro.” Este é o símbolo do clarão solar, porque os ensinamentos do Cristianismo e os ensinamentos de todas as outras 35 tradições religiosas que temos, de todas as culturas na Terra, dizem a mesma coisa. Todas elas dizem que quando ocorrer o clarão solar, se você estiver do lado positivo, você não será afetado por ele, a não ser de modo positivo.

Jesus planejou sua encarnação para nos mostrar pelo que passaremos. É por isso que Jesus diz: “Fará também as obras que Eu faço, e outras maiores fará, pois eu vou para o meu pai”. Quero apontar aqui que quando olhamos para os registros dessas outras culturas, a profecia da ascensão que Jesus nos dá é notavelmente consistente. Ele diz: “Dois homens estarão na Lavoura, mas só restará um.”. Na tradição do Zoroastrismo, que vem do Irã ou Pérsia, eles falam dofrashokereti, metal derretido, descendo das montanhas e invadindo as terras baixas. Outro exemplo está nas escrituras hindus, eles relatam as mesmas coisas, mas no caso deles chamam de Fogo Samvartaka, também chamado de Fogo Yuga. Também falam do fato de criar cores do arco-íris nos céus. Descobrimos que isto é porque ele cria uma aurora Boreal global gigante.

Não é interessante que a mesma profecia que Jesus nos revelava, apareça no Alcorão, na Bíblia Islâmica? Aparece no velho testamento, aparece nas tradições espirituais dos índios norte-americanos, em tradições Celtas, Druidas, todo mundo prevê isso.

O campo eletromagnético em expansão vindo do sol vai interagir com a consciência da humanidade, o que ocorrerá será um evento de ascensão. Não importa no que você acredita, você não precisa de novas religiões. Você só precisa se esforçar e ser o melhor que a sua religião permite.

Mas a idéia é que no final do ciclo, tenhamos a oportunidade de fugir da reencarnação. Não precisamos continuar voltando como seres humanos, podemos evoluir para o próximo nível. As pessoas perguntam o que vai acontecer com quem não está pronto para ascender. Há muitas pessoas assim. A maioria delas será transportada para outro planeta de três dimensões, de modo pacífico, é benevolente. Isto é feito com as naves-mãe dos ETs.

Corey Goode – O que me mostraram foi que outras civilizações extraterrestres em nossa vizinhança estelar aos quais se referem como nossos “primos cósmicos” desceram no planeta e pareciam estrelas cadentes, tantas eram as naves. Eles vieram ajudar toda a humanidade depois da decadência da civilização tecnológica. O que esses seres me dizem é que teremos a experiência de que precisamos, a experiência que vai expandir a nossa consciência, e nos ajudar a evoluir do modo mais benéfico. Se quisermos evitar um grande Cataclismo, temos que começar a desenvolver nossa consciência agora, temos que nos esforçar mais para expandir nossa consciência e criar uma conexão mais forte com as pessoas ao nosso redor. Se fizermos isto, a interação entre nossas consciências e o sol, podem nos proporcionar uma experiência mais suave.

Tendências que estão acontecendo:

1 – Há um evento ou clarão solar que acontecerá com a Terra para aumentar a frequência da vibração do planeta e de todos os seres nele.

2 – Ondas menores de energia estão chegando à Terra para lentamente nos elevar, e com isso mais pessoas estão despertando.

3 – Há novos planetas como a Terra, porém de maior densidade que estão sendo preparados para os humanos irem para lá ou quem sabem se mudarem para lá.

4 – Há naves se reunindo em volta da Terra vindas de toda a galáxia, Universo o multiverso.

5 – Há aspectos seus mais elevados que estão se conectando com você. Há Ets e versões suas com maior densidade que estão tentando passar informações, falar com você, e conectar-se a você para ajudar a elevar a sua frequência das vibrações, suas e da Terra.

Quando juntamos todas essas informações, o que vemos é que os ETs estão aqui agora, são predominantemente benevolentes, são angélicos, como os classificamos, estão muito interessados na evolução espiritual humana. O número de Ets do mal é muito menor,  correspondem aos demônios que vemos em muitas escrituras religiosas, o objetivo deles é tentar invadir e dominar o planeta Terra. Não há nada que indique que terão sucesso. Parece que estamos na linha do tempo da Ascensão, que muito mais pessoas entenderão que simplesmente seguindo os princípios mais básicos, de ser boa pessoa, ajudar o próximo, ser amoroso, saber perdoar, ter paciência, e aprender a amar a si mesmo, assim como amar aos outros, também é muito importante. Auto perdão, auto aceitação. “É com o perdão que se trava a roda do carma”. Essa é uma lei simples e importante. Por ser clemente por praticar o perdão você descarrega o carma que o manteria reencarnado. Você aprende o que precisa saber desta escola chamada Terra.

Há algo em seu corpo, em sua mente e seu espírito, pois eles trabalham juntos, que quer que você se cure, e seja uma pessoa completa novamente. Eu acredito que isso vá ajeitar as circunstâncias e as sincronicidades de sua vida para guiá-lo exatamente ao que deseja ou para o que precisa ver para se curar. Seu corpo quer ser completo, ele quer que todo o campo de energia e que o fluxo de energia pela aura do corpo humano sejam suaves e fluidos.

A principal mensagem dos Ets é para nos tornarmos mais espirituais e nos prepararmos para este evento que se aproxima.

Você é o conduíte entre os reinos espirituais e os reinos físicos. Você é a convergência da ciência com a espiritualidade. Você escolherá o medo ou o amor?

pássaro